Tomografia Computadorizada

A Tomografia Computadorizada (TC) trata-se de um exame não-invasivo, por meio do qual as imagens são captadas por radiação e produzidas por computador. O método possibilita a visualização de órgãos e estruturas corporais de forma mais detalhada em comparação à Radiografia Convencional.

Por meio da TC, são geradas imagens em seções transversais da área do corpo analisada – ou seja, em fatias ou cortes, com espessura mínima de 0,6 mm. Quando essas partes são reagrupadas, é possível ter uma visão detalhada e multidimensional dos órgãos internos do paciente.

Este exame é considerado um método de imagem extremamente útil e preciso para o diagnóstico de doenças de interesse da Oncologia, principalmente em decorrência de seu alto grau de detalhamento, capaz de detectar até nódulos bem pequenos. Não à toa, a TC atua como recurso importante na avaliação de tumores primários, assim como para a confirmação ou o afastamento da presença de metástases.

Além de auxiliar na identificação de tumores em todas as partes do corpo, a Tomografia Computadorizada também é fundamental para o diagnóstico de Acidente Vascular Cerebral (AVC), aneurisma, edema cerebral, embolia pulmonar e derrames – pleural, cardíaco e peritoneal. O exame também é indicado para orientar procedimentos minimamente invasivos, como excisões para destruição de tumores por congelamento ou ondas de ultrassonografia. O exame também pode ser utilizado em situações de traumas, já que possibilita a identificação de hemorragias, ferimentos e fraturas.

Como utiliza radiação maior que os Raios X convencionais, a TC é contraindicada para gestantes. Nos casos em que são utilizados contrastes, o exame também possui contraindicação para indivíduos alérgicos a iodo.

Para a realização do exame, é obrigatório que o paciente esteja despido de objetos de metal – a exemplo de piercings, brincos, colares, calça com zíper, relógios e demais acessórios da mesma categoria. Na Clínica Imagem Plena, é fornecida ao paciente vestimenta apropriada, bem como armário para que guarde seus pertences.

Como o exame é realizado

Já com o avental fornecido pela Clínica Imagem Plena e despido de objetos metálicos, o paciente deverá deitar na maca do aparelho. Na sequência, o aparelho de scanner, em formato circular, irá deslizar à sua volta, para a captação das imagens da região investigada. Durante todo o processo, o paciente deverá permanecer imóvel, para que a produção das imagens seja a mais precisa e nítida possível.

Os procedimentos de TC duram, em média, de 5 a 30 minutos, a depender da área em análise.

Cuidados posteriores

A Tomografia Computadorizada trata-se de um exame indolor e, em geral, não há cuidados específicos após a sua realização. Contudo, em caso de uso de contraste, alguns pacientes podem ter reações, como náuseas e coceiras – consideradas normais, leves e passageiras.

Caso a paciente seja lactante, deverá aguardar um período de 8 horas após a ingestão do contraste para voltar a amamentar.