22 de abril de 2021

Ressonância Magnética: Mitos e Verdades

Dra. Luana Barros esclarece dúvidas sobre o exame de diagnóstico por imagem mais confiável da atualidade

A Ressonância Magnética (RM) é considerada o principal exame de diagnóstico por imagem da atualidade, com eficiência e segurança cientificamente comprovadas. A técnica, indolor e não-invasiva, é realizada via campos magnéticos e pulsos de radiofrequência que viabilizam a captura de imagens de órgãos internos e tecidos, em alta definição.

O exame tornou-se um grande aliado da Medicina na investigação de doenças neurológicas, cervicais, cardíacas e abdominais. Por meio dele, é possível diagnosticar diversas enfermidades, desde fraturas e tendinites até Esclerose Múltipla, Mal de Alzheimer, Acidente Vascular Cerebral (AVC), atrofias e tumores.

Apesar disso, muitos pacientes apresentam receios em relação à RM. Portanto, convidamos a Dra. Luana Barros, médica Radiologista da Angioneuro, para esclarecer os principais Mitos e Verdades da Ressonância Magnética.

1. A RM possui radiação?

Mito. Diferente da Tomografia Computadorizada, a Ressonância Magnética não produz radiação ionizante.

2. O contato com o campo magnético é prejudicial à saúde?

Mito. O campo magnético pode provocar aquecimento de materiais metálicos. Por isso, recomendamos que sejam retirados antes da realização do exame.

3. Claustrofóbicos não podem realizar o exame?

Verdade. É importante ressaltar que níveis mais amenos de fobia podem permitir a realização do exame após esclarecimentos da clínica. Vale a pena conhecer o equipamento e a sala antes de partir para sedação.

4. Não podemos usar objetos metálicos na hora do exame?

Verdade. Devemos retirar todos os objetos metálicos, como brincos e anéis. Os metais podem sofrer aquecimento e determinar artefatos que prejudiquem a avaliação do exame.

5. Pacientes com pinos e marca-passo podem fazer o exame?

Mito e verdade. Modelos mais recentes de marca-passo e de pinos permitem a realização do exame. Vale a pena entrar em contato com a clínica e esclarecer os detalhes, caso a caso.

6. Grávidas podem realizar o exame?

Verdade. Gestantes, a partir das 12 semanas, podem fazer o exame sem contraste. Para as gestantes com menos de 12 semanas e aquelas que necessitem do uso de contraste, o caso deve ser avaliado entre o Radiologista e o Obstetra.

7. O exame apresenta efeitos colaterais?

Mito. A Ressonância Magnética é um exame seguro, sem radiação ionizante.

8. O contraste apresenta riscos à saúde?

Verdade. Os contrastes têm elevada segurança. Porém, mesmo que em poucos casos, podem desencadear reações do tipo alérgicas, que variam de grau leve à anafilaxia, sendo a grande maioria de grau leve.

9. Pacientes com extensão de cílios podem realizar o exame?

Verdade. Os cílios fixados em extensão são usualmente seguros para a realização de RM. Entretanto, é preciso cuidado com maquiagem permanente e outros procedimentos cujo material utilizado pode conter substâncias metálicas, que, quando submetidas à RM, podem provocar queimaduras locais por aquecimento.

10. O exame emite um barulho?

Verdade. Oferecemos protetores auriculares para a diminuição do ruído e maior conforto do paciente.

11. Crianças podem fazer ressonância magnética?

Verdade. Não há contraindicação para crianças realizarem o exame. Porém, devido à exigência de imobilidade, pode ser necessária a sedação, devendo-se avaliar caso a caso.

22 de abril de 2021 Blog